NOTÍCIA

Sedãs premium mais vendidos: A3 Sedan e Série 3 colam no Classe C em fevereiro

 
As vendas de sedãs médios premium encerraram fevereiro com alta de 10% em relação ao mesmo período de 2018. Mas o grande destaque do mês mais curto do ano foi a disputa acirradíssima pela liderança. O Mercedes Classe C (252), mesmo com retração de 2%, chegou a 14 meses consecutivos no topo das preferências.
 
A vantagem, no entanto, foi muito apertada. Em seu sexto mês seguido no pódio e com avanço de quase 90% nos últimos 12 meses, o Audi A3 Sedan ficou apenas 20 unidades atrás (232). Em momento de troca de gerações, o BMW Série 3 veio na cola, com 224 emplacamentos.
 
 
Sexto em janeiro, o Mercedes CLA (52) subiu duas posições, mas com retração superior a 40% sobre o ano passado. Ambos com quedas acima dos 34%, A4 (38) e A5 (27) foram os outros representantes da Audi no segmento. A lanterna coube ao Jaguar XE, com apenas 16 unidades.
 
 
Na faixa de cima, o Panamera, que vinha sendo o destaque dos últimos meses, perdeu força: com apenas 5 unidades, seu resultado mais fraco desde agosto (3) o Porsche perdeu metade dos compradores do ano passado e caiu para o terceiro lugar, empatado com o sueco Volvo S90 (5).
 
 
Já o BMW Série 5, que em janeiro havia tido o seu desempenho menos expressivo desde março de 2017 (6), cresceu quase 37% e emplacou mais do que o dobro do vice-líder Mercedes Classe E (12), que perdeu 2/3 dos compradores do ano passado.
 
Fechando as cinco primeiras colocações, o Mercedes Classe S recuou 25% e repetiu as mesmas 3 unidades de janeiro. Empatados com uma unidade cada, Audi A6, BMW Série 7, Jaguar XF e Lexus ES ficaram atrás do Jaguar XJ (2), top de linha da marca britânica.
 
 
Observação: O BMW Série 4 e o Kia Stinger, anteriormente classificados como sedãs médios premium, foram posicionados entre os modelos esportivos.

Fonte: motor1.uol.com.br