NOTÍCIA

Novo Peugeot 208 SW: projeção sugere estilosa perua como opção ao 2008

 
Lançada na Europa em 2001 e no Brasil em 2005, a carroceria SW do saudoso Peugeot 206 sempre foi considerada uma das variantes mais estilosas da família. Dentro de um pacote que unia o design bem acertado do hatchback e espaço extra para bagagem, a station era a opção ideal para famílias que buscavam conforto e acabamento superior às concorrentes da época (leia-se Fiat Palio Weekend e as Volkswagen Parati e SpaceFox).
 
Conquistou espaço no mercado e ganhou diversas versões ao logo da carreira, incluindo a aventureira Escapade e a refinada Moonlight, que trazia o diferencial do teto solar. Em 2008, novamente acompanhou o hatch e passou a se chamar 207 após a polêmica reestilização que deu ao modelo a cara do equivalente europeu montada na carroceria antiga do 206. Sobreviveu até 2013, quando deixou o mercado em definitivo.
 
Na Europa, a perua existiu junto com o 207 (modelo legítimo) e saiu de linha definitivamente com a chegada da primeira geração do 208, em 2012. O lançamento de uma nova chegou a ser cogitado, mas a Peugeot acabou optando por substituir a station pelo 2008, abraçando a crescente demanda por SUVs compactos. A estratégia se repetiu com a segunda geração do 208, lançada na Europa em 2019 e agora prestes a chegar ao Brasil.
 
Apesar disso, a lembrança da perua nunca saiu da mente dos consumidores de perfil mais purista ou daqueles que preferiram não aderir à moda SUV. Pensando nisso, designer digital Renato Aspromonte, do Overboost, criou uma interessante versão SW do novo 208. A projeção tem inspiração em peruas maiores, como a 508 SW, e impressiona pelo harmonia das linhas. Nesse sentido, não restam dúvidas de que o desenho do 208 aceitaria perfeitamente uma carroceria perua.
 
Baseada na versão topo de linha do 208, a perua teria motor 1.6 ligado ao câmbio automático de 6 marchas e até mesmo uma variante 100% elétrica como o hatch terá por aqui. Por dentro, o elogiado painel i-Cockpit seria o principal destaque, além do espaço extra para bagagem. E aí, você acha que uma perua do 208 faria sucesso por aqui? Seria capaz de vender mais que o SUV 2008?
 

Fonte: motor1.uol.com.br