NOTÍCIA

Ford inicia produção do Puma ao lado de EcoSport na Europa

 
Craiova é uma cidade da Romênia, onde a Ford produz o EcoSport para o mercado europeu. Agora, a instalação que fez no passado recente a minivan B-MAX, aposta em mais SUVs para atender a demanda de mercado no velho continente e isso será feito com o Puma, o novo utilitário esportivo compacto da marca americana.
 
O Ford Puma chega à instalação do leste europeu com geração de 1.700 empregos e investimento de € 200 milhões na linha de montagem, que agora fará um crossover de desenho bem esportivo e atraente, cujo destaque é a versão eletrificada com sistema MHEV, conhecido como micro híbrido.
 
O Puma MHEV chega com sistema elétrico de 48 volts e tecnologia que permite o desligamento do motor em parte do tempo de condução, reduzindo o consumo de combustível e emissão de poluentes. O esforço da Ford Europa é para atender as exigências ambientais da UE em 2021.
 
Para isso, a Ford divulga que terá um portfólio com modelos híbridos leves (MHEV), híbridos comuns, híbridos plug-in e totalmente elétricos até 2022. No caso do Puma, outro interesse da marca é no potencial de vendas. O crossover chega num momento em que os SUVs dominam o crescimento nas vendas e qualquer novidade no segmento, vende muito bem.
 
Como apenas o EcoSport não é suficiente para preencher os desejos de muitos europeus, o Puma chega para ficar acima e fazer a ligação com o Novo Kuga, embora ainda haja espaço na gama para mais uma opção. Centrado no motor EcoBoost 1.0 e com 456 litros no porta-malas, o crossover promete vender bem na Europa.
 
Aqui, a Ford deve manter o status do EcoSport como SUV compacto principal, mesmo que haja demanda para algo acima, como o Puma. Como intermediário entre o modelo de Camaçari e o crossover canadense, o Edge, a marca aposta suas fichas no chinês Territory, que por lá possui também uma versão MHEV de 48 volts.

Fonte: noticiasautomotivas.com.br