NOTÍCIA

Ford Ranger alcança 900 mil unidades produzidas na Argentina desde 1996

 
A Ford comemora nesta semana Argentina a produção da unidade de número 900 mil da picape Ranger. O feito histórico foi comemorado na fábrica de Pacheco, que desde 1996 é responsável pela montagem da picape e abastecimento não só do mercado interno como de toda a América do Sul. Desse volume, cerca de 340 mil exemplares tiveram como destino o Brasil, que junto com países como Chile, Peru, México, Equador, Colômbia, Bolívia, Uruguai, Paraguai e Venezuela respondem por 70% das exportações da planta.
 
O registro da cifra histórica coincide com a recente abertura de um novo turno de produção, necessário, segundo a Ford, para atender a demanda em alta. Com o reforço, a produção diária saltará para aproximadamente 234 exemplares, de modo a elevar o volume produzido em 6% na comparação com os níveis registrados antes da pandemia.
 
A trajetória fabril da Ranger na Argentina começou com em 1996, apenas na carroceria de cabine simples e com tração 4x2. Dois anos depois, foi incorporada à linha o modelo de cabine dupla, seguido por variantes emblemáticas como a V6 e a SuperCab. Em 2002 nasceu a edição Limited, denominação preservada até hoje para designar a principal opção topo de gama.
 
Atualmente, o portfólio da Ranger no Brasil é composto por cinco versões, com duas motorizações diesel: XL 2.2 manual (com cabine simples e dupla) e as cabines duplas XLS 2.2 automática (4x2 e 4x4), XLT, Limited e Storm, estas últimas com motor 3.2, tração 4x4 e câmbio automático. Só em agosto, a picape vendeu por aqui 1.279 unidades, atrás apenas das líderes Toyota Hilux (2.690 exemplares ) e Chevrolet S10 (2.063). No acumulado do ano, o volume chega a 11.726 unidades, contra 19.341 da Hilux e 13.205 da S10.
 

Fonte: motor1.uol.com.br