NOTÍCIA

Renault-Nissan vai investir US$ 1 bilhão em startups de mobilidade

 
A Aliança formada por Renault, Nissan e Mitsubishi anunciou a criação de um fundo de capital de risco de US$ 1 bilhão para investir nos próximos cinco anos em startups focadas em mobilidade. Chamada de Alliance Ventures, a nova estrutura é a maior de venture capital já anunciada na indústria automotiva, segundo a companhia, com aporte de US$ 200 milhões confirmado para o primeiro ano. 
 
Renault e Nissan terão, cada uma, 40% do controle do fundo. Os outros 20% serão da Mitsubishi. A nova empresa já nasce com presença global e escritório em cinco regiões: Vale do Silício, nos Estados Unidos, Paris, na França, Pequim, na China e Yokohama, no Japão. François Dossa, vai comandar a operação do empreendimento. O executivo tem experiência no mercado financeiro e foi presidente da Nissan no Brasil. 
 
O objetivo é financiar negócios focados em eletrificação, autonomia, conectividade e inteligência artificial. “A forma como estamos organizados hoje já não é o suficiente”, declarou Carlos Ghosn ao comentar o assunto durante a CES Las Vegas, evento de tecnologia que acontece nos Estados Unidos. 
 
Com a iniciativa, a Aliança Renault Nissan segue uma tendência já bastante difundida em outras indústrias: se aproximar de startups para buscar tecnologias, acelerar a inovação e se arejar internamente. O objetivo é acompanhar a digitalização da indústria automotiva, que tende a gerar menos receitas com a venda de carros e firmar seu modelo de negócio na oferta de serviços de mobilidade. General Motors, BMW e Toyota também anunciaram fundos de capital de risco recentemente. 
 
Com a iniciativa, a Aliança Renault Nissan segue uma tendência já bastante difundida em outras indústrias: se aproximar de startups para buscar tecnologias, acelerar a inovação e se arejar internamente. Ghosn citou que, para acompanhar a mudança do modelo de negócio, é essencial trabalhar com parceiros externos e startups. “Não acho que conseguimos fazer tudo sozinhos.” 
 
O primeiro investimento da Alliance Ventures já está definido. O fundo vai comprar participação na Ionic Materials, startup dos Estados Unidos focada no desenvolvimento de baterias de estado sólido que poderão ser usadas em carros elétricos no futuro.
 
 

Fonte: automotivebusiness.com.br