NOTÍCIA

Novo Ford Ka 2019 - veja o que muda em relação ao atual

 
Após a apresentação da versão aventureira Freestyle quase em simultâneo na Índia e no Brasil, nesta segunda-feira (5) a Ford revela o novo Ka 2019 na versão "normal", ou seja, sem o estilo aventureiro. Mostrado primeiro no modelo europeu, conhecido como Ka+, ele dá pistas de como será a versão nacional, que chega no segundo semestre. 
 
 
As novidades visuais são quase as mesmas da versão aventureira, que na Europa chama-se Active. O destaque fica para o novo desenho do para-choque, com um recorte em forma de "C" cromado em torno dos faróis de neblina, além da nova grade com acabamento do tipo "diamante". O logotipo da Ford fica acima da grade, enquanto no aventureiro ele fica dentro dela. 
 
 
 
Os faróis mantêm o formato atual, mas, nas laterais, podemos observar que os retrovisores são equipados com repetidores de seta (inexistentes no Ka brasileiro), enquanto as rodas de liga trazem desenho inédito. Na traseira o para-choque foi redesenhado, recebendo vincos para combinar com a peça dianteira. As lanternas não mudam de formato, mas trazem novas lentes com novo arranjo interno de luzes. 
 
É por dentro, porém, que notamos as melhores evoluções do Ka 2019. A estrela, claro, fica por conta da central multimídia Sync 3 com tela flutuante de 6,5" e conexão com Apple Car Play e Android Auto. Mas nesta versão europeia também há mimos como partida por botão, ar-condicionado digital e piloto automático - coisas que até então só são oferecidas no Brasil pelo Fiesta. Esperamos que também estejam disponíveis aqui, bem como o novo grafismo do quadro de instrumentos (o atual é muito simples), com uma tela maior para o computador de bordo e iluminação em azul. 
 
 
 
Em termos mecânicos, o Ka europeu recebe dois novos motores: 1.2 Ti-VCT, em versões de 70 e 85 cv, e o 1.5 TDCi turbodiesel de 95 cv (este com sistema start-stop). No Brasil, será mantido o atual 1.0 Ti-VCT de 85 cv (o 1.2 pagaria mais imposto), enquanto o 1.5 Sigma de 4 cilindros e 111 cv dará lugar ao novo 1.5 Ti-VCT de 3 cilindros e 137 cv (o mesmo usado pelo EcoSport). Outra atração ficará por conta da estreia do câmbio automático na linha Ka (hatch, aventureiro e sedã), também a mesma caixa de 6 marchas com conversor de torque usada pelo Eco. 
 
Com as mudanças, o Ka 2019 vai assumir de vez o lugar do Fiesta (a menos até vir a próxima geração deste) como principal compacto da Ford, tendo a partir de então os elementos que faltavam para enfrentar de igual para igual as linhas Chevrolet Onix/Prisma/Activ e Hyundai HB20/HB20S/HB20X. Vale lembrar que o Ka fechou 2017 como o terceiro carro mais vendido do país, e já começou 2018 à frente do HB20, na segunda posição.  
 

Fonte: motor1.uol.com.br