NOTÍCIA

Financiamento de veículos tem queda de 9,8% em junho

A concessão de crédito para o financiamento de veículos diminuiu 9,8% na comparação com maio. O resultado fechou em R$ 7,45 bilhões: é segundo menor valor do ano, perdendo apenas para o de fevereiro, tipicamente um mês mais fraco em termos de negócios: naquele mês, o sistema financeiro registrou apenas R$ 6,9 bilhões destinados à compra de veículos.
 
Já o saldo das carteiras de crédito foi positivo, seguindo a tendência de crescimento observada nos últimos doze meses. O valor subiu 0,5% na passagem de maio para junho, saindo de R$ 156,8 bilhões para R$ 157,6 milhões. Na comparação com 2017, quando o saldo fechou em R$ 149,8 bilhões, há um aumento de 5,2%.
 
Segundo o BC, outro dado positivo é a inadimplência: os atrasos dos pagamentos no setor automotivo continua como um dos menores entre os diversos segmentos da economia: em junho, o índice voltou aos 3,6% após registrar 3,7% no mês anterior. Desde janeiro, quando o índice foi de 3,8%, os atrasos vêm oscilando de diferentes formas, seja mantendo o nível, seja diminuindo o índice, ainda que lentamente, com variação de 0,1 ponto porcentual. Registrou apenas um único aumento até agora, na passagem de abril para maio.
 
Por sua vez, a taxa média de juros praticada para a compra financiada de veículos subiu 0,5% e chegou a 22% a.a. em junho contra os 21,5% de maio. No entanto, a taxa média de junho está 0,2 p.p. abaixo quando comparada com o índice médio de dezembro de 2017.

Fonte: automotivebusiness.com.br