NOTÍCIA

Fiat mata Uno 1.3 e ressuscita motor Fire no modelo

 
O Fiat Uno perdeu a opção 1.3 e voltou a utilizar o antigo motor 1.0 Fire de quatro cilindros e 75 cavalos em sua nova versão de entrada, Attractive. O Uno havia abandonado esse propulsor há quase dois anos e volta a recebê-lo por causa do reposicionamento do modelo diante da consolidação do Argo. 
 
A opção Uno Attractive tem preço sugerido de R$ 39.990. Traz de série ar-condicionado, direção hidráulica, sinalização de frenagem de emergência, faróis com máscara negra, volante com regulagem de altura e vidros elétricos dianteiros. 
 
O Attractive permite dois pacotes de opcionais: Kit Visibilidade, com limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro, e Pack Connect, com os mesmos itens do anterior, mais pré-disposição para som (alto-falantes, tweeters e antena), rádio Connect, entradas USB/AUX e viva-voz. 
 
O Uno Drive 1.0 começa em R$ 42.990 e mantém o motor Firefly de três cilindros e 77 cv. Tem como novidade retrovisores com luzes indicadoras de direção e capa pintada da cor do veículo. As maçanetas também recebem a cor da carroceria. O Uno Drive utiliza direção elétrica com função City, que reduz o esforço em manobras de estacionamento. 
 
Tem três pacotes de opcionais, que incluem diferentes itens, desde vidros elétricos traseiros até rádio Connect integrado ao painel com entradas USB/AUX, viva-voz, travamento central elétrico e alarme. 
 
Na linha Mobi, o destaque vai para a série especial Extreme, desenvolvida a partir da versão Way, que tem estilo aventureiro, maior altura em relação ao solo, mas também utiliza o velho 1.0 Fire de 75 cv. Com preço de R$ 42.790, o Extreme traz retrovisor interno com câmera de ré e sensor de estacionamento traseiro. 
 
Traz também revestimento interno escurecido, retrovisores externos em cinza fosco, rádio com Bluetooth, entradas USB, auxiliar e SD Card, pré-disposição para som (alto-falantes, tweeter e antena), faróis de neblina, rodas de liga leve de 14 polegadas, limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro.
 
 

Fonte: automotivebusiness.com.br