NOTÍCIA

Caoa convoca recall de 3.575 unidades do Chery Tiggo 2 por risco de curto-circuito

 
A Caoa, empresa que é a atual responsável pela Chery no Brasil, anunciou que 3.575 unidades do Tiggo 2 têm um defeito de fabricação e terão que passar por um recall. O anúncio acontece apenas cerca de 8 meses depois do lançamento do modelo no mercado nacional.
 
Segundo a empresa, um curto-circuito pode afetar a dirigibilidade do modelo e causar acidentes. Isso porque o módulo de controle do motor pode sofrer atrito de outras peças metálicas. Caso isso aconteça, a peça pode se romper, causando o curto-circuito.
 
Nese caso, luzes do painel podem se acender inadequadamente, bem cmo o sistema de injeção pode falhar. Em casos mais graves, o motor pode ser desligado enquanto o carro está em movimento, aumentando os riscos de acidente grave ou fatal.
 
"Como ação preventiva, a Caoa Chery recomenda aos consumidores e proprietários para que fiquem atentos a eventuais dificuldades na partida, possíveis irregularidades no funcionamento do motor ou, ainda, ao acendimento de luzes de advertência no painel de instrumentos. Nesse caso, solicitamos que o cliente entre em contato imediatamente com a concessionaria autorizada Caoa Chery mais próxima e leve o veículo para inspeções e verificações, e para a troca das peças defeituosas, desde que a irregularidade seja consequência desta campanha", diz a empresa em nota.
 
Conforme previsto em lei, o reparo é gratuito e pode ser feito em qualquer concessionária da Chery no Brasil. Segundo a empresa, os consertos poderão ser feitos a partir de 4 dezembro e a substituição da peça leva de 18 minutos a 1h30 e a empresa disponibiliza o telefone 0800-772-4379 para esclarecer dúvidas de clientes e agendar o reparo.

Fonte: revistaautoesporte.globo.com