NOTÍCIA

Brasil ganha 1º corredor para carros elétricos entre Rio-São Paulo

 
Se antes a autonomia era uma barreira para viajar entre cidades usando carros elétricos, agora não é mais – pelo menos entre o trajeto São Paulo – Rio de Janeiro. No dia 23 de julho deste ano, a BMW e a EDP inauguraram o maior corredor com postos de carregamento para carros elétricos da América Latina, localizado na Rodovia Presidente Dutra.
 
O corredor conta com seis equipamentos de carregamento rápido num trecho de quase 430 quilômetros entre São Paulo e Rio de Janeiro. Cada estação está posicionada a uma distância máxima de 122 quilômetros entre si e é possível abastecer dois veículos – inclusive motos elétricas – ao mesmo tempo, o que deve dar conta da demanda deste momento, com a possibilidade de expandir do futuro.
 
A distância máxima de 122 quilômetros é segura para os veículos deste tipo, que costumam percorrer entre 160 a 300 quilômetros por carga, o suficiente. “Um dos maiores tabus em relação aos carros elétricos é justamente a autonomia. Com o aumento da infraestrutura para o abastecimento de forma rápida nas estradas, esse problema não existirá mais”, afirma Guto Ferreira, Presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).
 
No caso do corredor de carregamento elétrico criado pela BMW e EDP, o uso é gratuito nos primeiros meses de funcionamento – o que traz ainda mais acessibilidade do que o de costume, já que o valor da energia já é menor do que o combustível.
 
Segundo a BWM, o custo de reabastecimento dos carros elétricos corresponde a aproximadamente um quinto do valor gasto com combustível para o mesmo trajeto. Pelo menos no corredor elétrico na Rodovia Presidente Dutra, usar um veículo elétrico não evitará que seus donos frequentem postos de gasolina – todas as estações de carregamentos da BMW e EDP deste trajeto estão localizadas em uma unidade dos Postos Ipiranga.
 
Segundo a BMW, o tempo estimado para o abastecimento de veículos com bateria de 22kWh é de 25 minutos para 80% da carga. A localização das estações de carregamento nos Postos Ipiranga traz a possibilidade do motorista descansar e fazer refeições na conveniência no tempo em que espera.
 
Essa é uma iniciativa que mostra como a indústria tradicional já está se preparando e se adequando para receber a nova economia – nesse caso específico, os carros elétricos. A medida se faz necessária principalmente quando países como Noruega, Reino Unido, França, China e índia já possuem datas para proibirem a venda de carros movidos à combustíveis, o que impacta inevitavelmente nesse modelo de negócios.
 
“Esse novo serviço mostra que estamos evoluindo junto com a indústria de energia e reforça a completude de soluções que queremos proporcionar aos nossos clientes”, disse Jeronimo Santos, diretor de varejo da Ipiranga.
 
Já para a companhia de energia elétrica EDP, essa mudança está conectada com o futuro da mobilidade. “Ligar as duas maiores metrópoles brasileiras com este corredor elétrico constitui um marco significativo na adoção de uma tecnologia que marcará o futuro da mobilidade. A EDP interpreta esta parceria com a BMW como um movimento de liderança na transição para uma economia de baixo carbono”, afirma Miguel Setas, presidente da EDP Brasil.
 
A BMW já está se preparando para essa nova realidade, possuindo veículos eletrificados no país desde 2014, com o modelo elétrico BMW i3 e o híbrido BMW i8. “O futuro da mobilidade premium é eletrificado, conectado, compartilhado e autônomo. Trazemos para o Brasil a realidade de tecnologia global em produtos e serviços para seguir na liderança do desenvolvimento de novas tecnologias. Esta ação, antecipa futuros produtos eletrificados do BMW Group, a serem lançados em breve, no Brasil”, finaliza Helder Boavida, Presidente e CEO do BMW Group Brasil.

Fonte: conteudo.startse.com.br