NOTÍCIA

À espera da produção local, Mercedes Classe X roda em testes na Argentina

 
Já confirmada para produção em Córdoba, na Argentina, no começo de 2019, a Mercedes Classe X foi flagrada durante testes na capital Buenos Aires. Segundo o site Argentina Autoblog, que publicou o flagrante, a picape está sendo usada para ensaios urbanos e condições de trabalho off-road. São unidades importadas da Espanha e que foram usadas inicialmente na primeira apresentação do modelo na América do Sul, realizada meses atrás no Chile.
 
Fruto de um projeto conjunto entre a Renault-Nissan e a Mercedes-Benz, a Classe X é mais do que um simples rebadge da Frontier (como é a Renault Alaskan). Para diferenciar seu modelo, a Mercedes deixou a cabine com design mais próximo aos seus carros de passeio e deu uma caprichada no acabamento. Ademais, oferece uma exclusiva versão com motor 3.5 V6 turbodiesel de 258 cv, que destronará a recém-lançada VW Amarok V6 como a picape mais potente do segmento de médias. As versões de entrada e intermediárias compartilharão do motor 2.3 de 4 cilindros da Frontier, com 190 cv. O câmbio será sempre automático de 7 marchas, com tração 4x4 e reduzida. 
 
 
Por enquanto, a única pista que a Mercedes deu sobre a Classe X argentina foi no Salão de Buenos Aires do ano passado, quando a picape foi mostrada ainda na forma de dois conceitos que não representavam fielmente o modelo final. Depois disso, não houve mais apresentações da picape no país vizinho, o que deixa a expectativa para que a primeira mostra da Classe X Made in Cordoba aconteça no próximo Salão de São Paulo, em novembro. 
 
A venda da picape da marca alemã no Brasil começará logo depois do início da produção argentina, no ano que vem. Antes dela, porém, será a vez da irmã Renault Alaskan desembarcar por aqui, também vinda da fábrica de Córdoba. 
 

Fonte: motor1.uol.com.br